Total visualizações

19 janeiro 2015

Lisboa - de Eça a Pessoa

Como combinado, aqui fica a informação para os encarregados de educação sobre a
VISITA DE ESTUDO, sob o signo do verso pessoano - «Oh, Lisboa, meu lar!»

"Este ar baixo e nuvens paradas. O azul do céu estava sujo de branco transparente. (...) /Que humano era o toque metálico dos eléctricos! Que paisagem alegre a simples chuva na rua ressuscitada do abismo!

Oh, Lisboa, meu lar!"
Bernardo Soares, Livro do Desassossego













Sem comentários: